Você sabe o que é o cadastro eleitoral? A gente explica

Banco de dados da Justiça Eleitoral ficará fechado até 5 de novembro para a organização da logística das Eleições 2024

Logo Eleições 2024 - Verde - Plone

A partir desta quinta-feira (9), o cadastro eleitoral está fechado. Isso ocorre por 150 dias para que a Justiça Eleitoral possa organizar a logística da votação das Eleições 2024. A exceção fica por conta do Rio Grande do Sul, onde o prazo foi prorrogado por 15 dias em virtude das fortes chuvas que atingem o estado.

Mas você sabe o que é o cadastro eleitoral?

Imagine um banco de dados nacional da Justiça Eleitoral. Lá ficam armazenadas as informações pessoais das eleitoras e dos eleitores, como nome, endereço e filiação. Ele também permite saber quantas pessoas estarão aptas a votar e em qual localidade.

O cadastro eleitoral ainda armazena o histórico de cada cidadã e cidadão referente aos seguintes serviços:

  • situação do título;
  • comparecimento às urnas;
  • justificativa eleitoral;
  • transferências de domicílio eleitoral;
  • atuação como mesária ou mesário;
  • débitos eleitorais, entre outros.

Cadastro nacional

Até a década de 1980, o cadastro eleitoral era descentralizado, ou seja, cada estado tinha o seu próprio sistema. O cadastro nacional, tal qual existe hoje, foi criado por meio da Lei nº 7.444/1985, que dispõe sobre a implantação do processamento eletrônico de dados no alistamento eleitoral e a revisão do eleitorado.

A Resolução nº 23.659, de 2021, estabelece as regras para a gestão do cadastro. Também há uma série de normas para acessá-lo.

150 dias antes da eleição

Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997) determina que nenhum requerimento de inscrição eleitoral ou de transferência de domicílio seja recebido nos 150 dias anteriores à data da votação. O primeiro turno das Eleições 2024 ocorre em 6 de outubro.

Por isso, até 5 de novembro, os atendimentos nas unidades da Justiça Eleitoral e no serviço de Autoatendimento Eleitoral na internet estarão suspensos e só serão retomados depois das Eleições Municipais 2024.

Durante esse período, o eleitor não poderá:

  • tirar o título de eleitor;
  • coletar a biometria;
  • transferir o domicílio eleitoral;
  • regularizar a situação eleitoral; e
  • atualizar os dados no cadastro eleitoral.

Ou seja, quem perdeu o prazo de alistamento não poderá votar nas eleições de outubro.

Quem pode votar?

Neste ano, mais de 154,8 milhões de eleitoras e eleitores em 5,5 mil municípios escolherão, nas urnas eletrônicas, candidatas e candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador.

👍 alistamento eleitoral é obrigatório para a brasileira e o brasileiro natos ou naturalizados a partir de 18 anos de idade.

↔ O alistamento é facultativo para pessoas de 16 e 17 anos, de 70 anos ou mais e analfabetas.

🎂 Quem tem 15 anos e tirou o título só poderá votar se tiver completado 16 anos no dia da eleição.

👆 Quem já é eleitora ou eleitor e não cadastrou a biometria também poderá votar. Para isso, basta apresentar um documento com foto no dia do pleito.

Fonte: Secom / TSE

ícone mapa

Endereço e telefones do tribunal.

Tribunal Regional Eleitoral de Roraima | CNPJ: 05.955.085/0001-85
Av. Juscelino Kubitschek, 543, São Pedro , Boa Vista - RR - Brasil, CEP: 69306-685  
Telefone: +55(95)2121-7000
Ícone horário de funcionamento dos protocolos

Funcionamento da Secretaria do Tribunal e Cartórios Eleitorais, de segunda a sexta-feira: Secretaria do Tribunal, das 8h às 14h; Cartórios Eleitorais e Secretaria Judiciária, das 8h às 15h.

Acesso rápido